05. julho 2017 · Comentários desativados em O controller amável! · Categories: Artigos, Gestão de Carreira, Gestão de Pessoas · Tags: , , ,

Por Márcio Moraes

Quando saímos de casa para verificar a nossa aparência utilizamos o espelho para ver o cabelo, a roupa, o sapato e juntamente com a meia combinando com as demais peças para expressar nossa identidade visual. E como consigo saber o reflexo do meu comportamento? Não há espelho com essa perfeição, que possa refletir a essência ou ainda a imagem que se quer projetar. Com muita sensibilidade, perceber nas reações das pessoas, as respostas sobre as decisões que tomamos, também o quanto nos sentimos confortáveis ou desconfortáveis com as atitudes e tipo de linguagem que os demais empregam. More »

16. maio 2017 · Comentários desativados em Do vermelho para laranja, mude a cor dos resultados · Categories: Artigos, Gestão de Carreira, Gestão de Pessoas · Tags: , , , ,

Por Márcio Moraes

Elaborar um currículo competitivo é sempre desafiador. Sim, porque currículos comuns estão aos milhares sendo distribuídos no mercado. “Qual resultado você conquistou nessa última empresa?”, aparentemente uma pergunta simples, recente e fácil de responder. Mas, ultimamente tenho ouvido um breve silêncio de gerentes gerais, antes de uma resposta do tipo “bem, não foram grandes conquistas, nem mesmo consegui atingir as metas. Na verdade mesmo, estou no vermelho”.

More »

16. dezembro 2016 · Comentários desativados em A sua empresa está no vermelho, chame os recuperadores · Categories: Artigos · Tags: , , , ,

 

Já ouvimos aquela expressão para cada ocasião, uma solução. Podemos utilizar outra analogia, sem conhecer a terra em que estou plantando, não conseguirei saber qual como será a colheita. Assim, acontece também nas organizações, em que momento a sua empresa se encontra?

More »

08. setembro 2016 · Comentários desativados em Recomeçar a vida profissional aos 59 anos · Categories: Gestão de Carreira · Tags: , , , ,

A trajetória profissional de Jorge Fernandes Góes Neto, 62 anos, é uma lição de vida nesses tempos conturbados. E, principalmente, em tempos de nova proposta de reforma da Previdência, que pode prever o aumento da idade mínima para acesso à aposentadoria. Sua história traz esperança aos profissionais que podem ter se decepcionado com a profissão escolhida ou mesmo uma solução para aqueles que estão buscando novas oportunidades e querem atingir a felicidade profissional. More »

16. março 2016 · Comentários desativados em Do sul ao norte para a estabilidade na região central marcam carreira de José · Categories: Gestão de Carreira · Tags: , , ,

As belas paisagens de Gramado, os parques, as ruas limpas e floridas, os irresistíveis chocolates, foram atrativos que fizeram o coração de José Aldomiro Araújo Pereira bater mais forte pelo turismo assim que se mudou para a cidade gaúcha. Mais que uma paixão passageira, a cidade palco do festival de cinema foi a responsável por abrir as portas para a carreira profissional de José. Atualmente, ele trabalha em Brasília, e está prestes a completar dois anos no cargo de gerente geral da empresa Hplus Administração e Hotelaria. Outras belíssimas cidades do Brasil, onde o profissional já trabalhou, foram alimentando esse sentimento, até chegar a capital do país.

More »

17. novembro 2015 · Comentários desativados em Márcio Moraes participa do Encontro Nacional de Governantas · Categories: Novidades da QI · Tags: , , ,

 

Captura de Tela 2015-11-17 às 16.14.16

 

Manter-se atualizado e qualificado sempre está no planejamento dos melhores candidatos ao mercado de trabalho. Diante do cenário econômico atual, essa atitude é imprescindível tanto para profissionais que estão buscando uma recolocação no mercado quanto para aqueles que almejam ocupar posições de destaque nos quadros funcionais.

A oportunidade para assumir os rumos da sua carreira chega nesta quinta-feira, dia 19, durante o Encontro Nacional de Governantas e Profissionais Hoteleiros, onde o Gerente da QI Profissional, Márcio Moraes, faz uma participação no evento lançando uma semente para você incrementar suas habilidades.

Especialista em planejamento de carreira no mercado de hospitalidade, Márcio Moraes apresenta competências técnicas e comportamentais necessárias para oportunizar uma aceleração na sua vida profissional.

Faça seu credenciamento online em www.abgnacional.com.br e participe desse encontro da Associação Brasileira de Governantas que acontece nos dias 18 e 19 de Novembro no MAKSOUD PLAZA, em São Paulo.

28. julho 2014 · Comentários desativados em Preciso de uma governanta. Qual? · Categories: Artigos · Tags: , , , , , , , , , , , ,

shutterstock_159820598_menor

Algumas empresas se debruçam no planejamento dos recursos humanos e, de forma estratégica, se antecipam às necessidades, ora desenvolvendo sucessores, ora buscando, no mercado, o profissional que atenda às especificidades do cargo, respeitando a alma da empresa e os objetivos da função.

Por outro lado, a maioria das empresas não investe com o mesmo empenho nos processos seletivos, começando pela análise superficial do currículo com base apenas na avaliação das competências técnicas. É preciso definir o perfil exato do futuro profissional para que a contratação seja, de fato, certeira.

Ao tentar responder a pergunta que originou o título do artigo, a empresa poderá assinalar, por exemplo, que precisa de uma governanta que saiba reestruturar e supervisionar a equipe, coordenar as atividades, conter os custos, acompanhar as políticas e padrões, como também os planos orçamentários, qualificar equipes e elaborar escalas de serviços.

No que tange o comportamento desse profissional, a empresa tentará “pescar” um comportamento corriqueiro e torná-lo padrão. Por exemplo, profissionais que não apresentaram estabilidade nos últimos empregos serão rotulados com a imagem que repetirão esse histórico sempre.

Se fosse fácil selecionar profissionais, não estaríamos passando por uma série de erros que levam a alta rotatividade em muitas empresas, devido à complexidade dos processos de contratação. A solução pode estar em compreender a real importância do processo de seleção e incluir, na arquitetura do cargo, também as competências comportamentais analisadas com ferramentas apropriadas, evitando a subjetividade.

Há dois exemplos, que recentemente tive contato, que apresentaram competências técnicas semelhantes, ou seja, estariam facilmente concorrendo às mesmas vagas no mercado. Porém, apresentam comportamentos diferentes. O principal talento delas será utilizado para denominá-las e, assim, compreenderemos como os perfis apresentam distinções no atendimento das demandas.

A Governanta Observadora apresenta como principal característica a capacidade de buscar fatos históricos para compor suas ações no presente e futuro. Dessa forma, consegue interferir e corrigir os erros. Apresenta facilidade e necessidade de identificar padrões e é justamente nesse quesito que busca segurança para lidar com as situações e tomar decisões. Utiliza das perguntas para encontrar uma visão linear dentro do tempo e do espaço. A produtividade da Governanta Observadora aparece com o tempo, quando se ambienta com a política e padrões da empresa, a profissional deixa de ver o ambiente como desconhecido e, a partir daí, desabrocha uma gestora servidora de apoio à equipe. Deste momento em diante, compreende com facilidade o caminho que deve tomar para acompanhar o time e, principalmente, se reconhece como parte integrante do grupo.

Já a Governanta Gerenciadora é seletiva no relacionamento profissional, procura pessoas com credibilidade e alta capacidade para associar-se. Nessa composição de grupo, ela sente a possibilidade de vencer barreiras, investindo todos os recursos para transformar sua equipe em pessoas de alta eficiência. No processo seletivo para composição de seu time, optará por profissionais que permitem e apresentem condições de evoluir e crescer profissionalmente. Sua principal característica é conduzir seus colaboradores para o desenvolvimento, saindo do medíocre em direção ao excepcional. A Governanta Gerenciadora administra sua equipe para atingir resultados através da persuasão, sem agressividade. Ela projeta no trabalho um modo de vida, pois tem personalidade de pessoa objetiva e assertiva, agindo sempre de forma positiva e arrojada.

O sucesso desses perfis na empresa dependerá de como essas características comportamentais serão respeitadas e se haverá sintonia com as políticas da empresa.

A Governanta Observadora será mais produtiva em uma empresa estável, com padrões bem definidos e que valorize relacionamentos sociais e de consideração entre seus funcionários, isto é, uma empresa que apresente planejamentos em médio e longo prazo, incluindo as possíveis mudanças. Para que sua equipe seja eficiente e se desenvolva para atingir resultados positivos, o gestor responsável pelo trabalho da governanta deverá dar tempo para que ela possa pensar e agir, dentro do possível, é claro. É preciso saber aproveitar as qualidades dela como planejadora e suas características de ponderação e obstinação.

Já a Governanta Gerenciadora necessita de ambiente que favoreça o desenvolvimento, que necessita de respostas rápidas e dinâmicas, como também prioriza os resultados focados na objetividade. Será mais produtiva em empresas que apresentam mudanças constantes e evolutivas, que compreendam as necessidades das pessoas, mas necessita de lideres que tomam decisões, na sua maioria, de forma independente.

Os pontos mais destacáveis desse perfil são: a automotivação e a tendência em agir por conta própria. Seu gerente deverá estar atento a essa característica, para extrair o melhor de sua produtividade, provendo um ambiente em que ela possa seguir seus caminhos, desde que os resultados finais sejam os esperados. Para esse perfil, é importante que seu gerente lhe apresente desafios constantes e a premie por objetivos atingidos, mantendo-a sempre em atividade.

Interessante compreender que para esses dois perfis há oportunidades de trabalho, porém ou trabalharão em empresas diferentes ou numa mesma empresa em momentos diferentes. Como também é nítido compreender que os gerentes, lideres desses perfis, também apresentam estilos diferentes de relacionamento. Desta forma, é compreensível que a competência técnica não seja suficiente para designar um profissional compatível.

Acredito, com essa análise, que esteja mais fácil entender determinados perfis que passaram pela empresa, mesmo com alta competência técnica, mas apresentaram pouca produtividade ou uma passagem rápida.

*Baseados em perfis reais, utilizando a ferramenta DISC. Trechos do texto foram extraídos do relatório da análise descritiva de profissionais representados pela QI Profissional.

01. agosto 2013 · Comentários desativados em Setor de TI busca por profissionais da hotelaria · Categories: Gestão de Carreira · Tags: , , ,

shutterstock_78439516

Existe uma nova tendência no mercado hoteleiro, que é a busca das empresas de tecnologia, principalmente aquelas com clientes na área da hospitalidade, por profissionais com formação na indústria hoteleira. “Os hoteleiros são considerados valiosos por terem relacionamento e alma de hospitalidade”, diz Márcio Moraes, Gerente de planejamento de carreira da QI Profissional.

Leia mais em REVISTA HOTÉIS