23. setembro 2013 · Comentários desativados em Copa 2014 tem metade das diárias hoteleiras vendidas · Categories: Hotelaria de Fato · Tags: ,

De uma expectativa inicial de vendas de R$ 650 milhões em diárias hoteleiras para a Copa do Mundo de 2014, a Match, empresa responsável pela logística de acomodações da Fifa, anunciou que já comercializou R$ 308 milhões. A informação foi passada ao Fórum dos Operadores Hoteleiros do Brasil (Fohb), cujas redes associadas representam 30% da oferta da Match. Há 848 hotéis negociados no Brasil, dos quais 621 prontos para venda, de acordo com as informações encaminhadas ao Fohb.

Leia mais em Panrotas

21. março 2013 · Comentários desativados em Sorteio da Copa 2014 será em Costa do Sauípe · Categories: Hotelaria de Fato · Tags: ,

Foi anunciado nessa terça-feira (19) que o sorteio dos grupos da Copa do Mundo de 2014 será no complexo Costa do Sauípe, na Bahia. O anúncio foi feito pelo secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, durante um encontro em Zurique, na Suíça, com o ministro Aldo Rebelo (Esporte).

O evento será realizado no dia 6 de dezembro, às 13h.

Leia mais em Jornal da Mídia

16. janeiro 2013 · Comentários desativados em Estudo revela as principais cidades que terão super oferta após a Copa do Mundo · Categories: Hotelaria de Fato · Tags: , ,

Um levantamento realizado pelo FOHB – Fórum de Operadores Hoteleiros do Brasil, em parceria com a HotelInvest e com apoio do SENAC São Paulo revelou que diversas cidades do Brasil como, Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Manaus, Porto Alegre, Recife e Salvador, poderão sofrer com a super oferta de hotéis pós Copa do Mundo.

A oferta de hotéis aumentou significativamente. Até o ano de 2015, estão previstos 26.626 novos quartos de hotel nas 12 cidades que sediarão os jogos, 26% a mais do que o atual.

Leia mais em REVISTA HOTEIS

14. março 2012 · Comentários desativados em Copa e Olímpiadas geram otimismo: empresários brasileiros têm melhores projeções das Américas · Categories: Gestão de Carreira · Tags: , , , ,

Apesar de todas as questões de infra-estrutura, a Copa do Mundo  e as Olimpíadas trazem perspectivas otimistas. Segundo pesquisa internacional realizada pela consultoria Manpower e divulgada pelo portal G1, os empresários brasileiros têm as melhores projeções para a geração de empregos. Isso porque eles contam com uma tendência líquida de criar empregos de 39%, devido principalmente à Copa do Mundo de futebol e aos Jogos Olímpicos que serão disputados em 2014 e 2016, respectivamente.

Quarenta e cinco por cento dos empregadores esperam contratar funcionários no próximo trimestre e 6% antecipam diminuição no ritmo de contratações. “Muitos empregadores estão recrutando profissionais para atender a demanda da Copa de 2014, um evento que deve criar 700 mil empregos. Empregadores dos setores de Turismo, Logística e Engenharia já estão contratando para preencher posições estratégicas”, disse Riccardo Barberis, CEO da Manpower Brasil.

 

Veja reportagem completa no G1

14. março 2012 · Comentários desativados em Guarujá terá aeroporto para 1 milhão de passageiros até a Copa de 2014 · Categories: Hotelaria de Fato · Tags: , , ,

As questões de infra-estrutura ainda são notícia. Reportagem do Estadão desta semana informa que o Guarujá, na Baixada Santista, vai ganhar um aeroporto para 1 milhão de passageiros até a Copa de 2014. O terminal será criado em um anexo da Base Aérea de Santos que, apesar do nome, fica no município vizinho. Dos mais de 2 milhões de metros quadrados da instalação militar, o aeroporto vai usar cerca de 200 mil m² – área similar à do Parque da Independência, em São Paulo. As obras começam em 2013. Confira notícia completa, clique.

05. março 2012 · Comentários desativados em Copa e Rio +20: a hotelaria em questão · Categories: Hotelaria de Fato · Tags: , , ,

Uma semana antes de realizar nova visita ao Brasil, o secretário geral da FIFA Jerome Valcke voltou a tecer duras críticas com relação à organização da Copa do Mundo de 2014. O dirigente, que havia amenizado as reclamações na visita que fez ao País em janeiro, voltou a disparar principalmente contra os atrasos nas obras de infraestrutura. Ele prometeu cobrar pressa do Comitê Organizador. Veja reportagem na Exame.com

E não é só a Copa que está preocupando. Faltam ainda 108 dias para a realização da Rio+20, Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável, no Rio de Janeiro mas a organização do evento já tem dor de cabeça com a falta de acomodações na cidade. Detalhes na Exame.com

 

29. fevereiro 2012 · Comentários desativados em Pesquisa do IBGE sobre capacidade hoteleira ainda repercute · Categories: Hotelaria de Fato · Tags: , ,

No Brasil, 37,6% dos estabelecimentos de hospedagem pertencem à categoria econômico, revela pesquisa realizada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e divulgada nesta terça-feira (28). De acordo com o levantamento, que levou em consideração a decoração, mobiliários, aparelhos, instalações sociais e esportivas e atendimento, 24,7% são considerados turísticos de médio conforto.

A pesquisa também revela que 23,2% são hospedagens do tipo simples, 11,0% são da categoria superior ou muito confortável, e por fim, apenas 3,5% dos estabelecimentos são considerados de luxo.

A questão não fica só nos hotéis já existentes. O Brasil possui problemas estruturais e de falta de planejamento. Por exemplo, o Rio de Janeiro, principal ponto turístico do Brasil e uma das sedes da Copa e será a sede da Olimpíadas de 2016, tem apenas 1/3 da rede hotelerira necessária para receber os jogos olímpicos.

A conclusão é que o país não está preparado para receber o Rio +20,  a Copa do Mundo e as Olimpíadas.

Outro dado preocupante é que quatro capitais detêm 40% dos serviços de hospedagem no País. Uma concentração muito grande, levando em consideração que o Brasil tem dimensões continentais. .

A rede de hospedagem das 27 capitais brasileiras contava, em 2011, com 5.036 estabelecimentos, que possuíam 250.284 unidades habitacionais e capacidade total de 373.673 leitos. Quatro capitais concentravam 40,7% do total de estabelecimentos: São Paulo, com 19,3% (972); Rio de Janeiro, com 8,5% (429); Salvador, com 7,1% (358); e Belo Horizonte, com 5,8% (291).

 

 

Fonte: Estadão, Folha, UOL, Exame e Correio do Povo.

 

Leia as principais reportagens sobre a pesquisa:

Uol Economia

Folha de São Paulo

Midia News

Monitor Mercantil

Correio do Povo

Economia e Negócios | Estadão

Exame.com